Direito de resposta ao Jornal do Sporting

9 de Fevereiro de 2009 – 4:49

Exmo. Senhor Director,

Nos termos do art. 24º da Lei da Imprensa, solicitamos a publicação da seguinte resposta e rectificação à coluna “Os Agentes da Desestabilização”, assinada por Miguel Roquette em 03.02.2009:

1. A Assembleia Geral promovida pelo Movimento Leão de Verdade (LdV) e de que os signatários são primeiros subscritores não foi cancelada por impossibilidade de reunir os fundos necessários. Tais fundos foram reunidos e estavam, como estão, disponíveis. Sucede que, por motivos vários, que o autor poderia ter conhecido através dos comunicados publicados em www.leaodeverdade.org, se considerou não ser o momento oportuno para a realização da Assembleia Geral, pelo que foi tomada a decisão de não efectuar o depósito prévio. Esta decisão foi atempadamente transmitida ao Presidente da Mesa, sendo que apenas por falha de comunicação a convocatória foi publicada.

2. É incorrecta a referência às “contas já auditadas” como objecto da acção do LdV. Temos pugnado pela elaboração de um relatório que aprecie de forma global a actividade e gestão do Grupo Sporting desde 1995. O Grupo é composto pelo Clube e por dezoito sociedades, mas de todo este universo apenas o próprio Clube e a Sporting, SAD apresentam publicamente contas auditadas.

3. Repudiamos com veemência as acusações de conduta imprópria em Assembleias Gerais. O LdV baseia a sua acção no respeito institucional e a actuação dos seus membros no órgão máximo do Clube reflecte isso mesmo, como aliás tem sucedido nas reuniões mantidas com os órgãos sociais, sempre pautadas pela educação e cordialidade mútuas.

4. As críticas e divergências face a medidas de gestão não se confundem com “dizer mal” do Clube. Quanto às propaladas críticas a jogadores, trata-se novamente de uma absoluta falsidade, pois é ponto de honra do LdV não questionar resultados ou protagonistas desportivos.

5. Na Assembleia Geral de 30 de Outubro passado o LdV apresentou um conjunto de alterações à proposta de regulamento do Conselho Directivo, cujo teor integral pode ser consultado em www.leaodeverdade.org. É falso que tenhamos votado contra o estatuto de delegados por inerência dos presidentes dos Núcleos. Bastaria que o autor tivesse lido a nossa proposta para saber que ela mantinha intacto esse estatuto, que consideramos ajustado.

6. Em época de “crise de militância” no nosso Clube, os membros do LdV interessam-se, participam, perguntam, propõem - “militam”, enfim. Se o fazem em sentido que não agrada a Miguel Roquette, é consequência - porventura incómoda, mas inevitável - da liberdade de opinião que estatutariamente ainda vigora no Sporting Clube de Portugal.

Lisboa, 6 de Fevereiro de 2009

Pedro Cunha Ferreira (sócio nº 9576)

Frederico Abreu (sócio nº 50550)

5 Comentários

» Deixe o seu comentário agora

» RSS feed para comentários neste post
» TrackBack URI

  1. 1

    Chapeau! E o Salema Garção é que fala de nível. Que aprenda convosco…

    Comentário por Anónimo a 9 de Fevereiro de 2009 @ 21:06

  2. 2

    Agora calhou ao Miguel ser importunado pelas formigas com catarro.

    Quando chegou a hora da verdade, quando tiveram que trazer o cheque, logo se viu quem pode e quem não pode. Já vos disse que o Sporting tem uma aristocracia que o governa por direito e que vocês não fazem parte dela. Engulam os complexos, prestem vassalagem e submetam-se.

    Comentário por Forte-Gatto a 10 de Fevereiro de 2009 @ 11:11

  3. 3

    Miguel Roquette é um dos yes man de serviço, sempre a prestar vassalagem a Soares Franco e Ribeiro Telles!
    É uma espécie de “Bernardo Ribeiro” dentro do Jornal Sporting.
    É mais um recadeiro ao serviço do status quo instalado.

    Comentário por Anónimo a 10 de Fevereiro de 2009 @ 17:05

  4. 4

    Mais um infeliz a debitar baboseiras no jornal, a par do Dias Ferreira.

    Comentário por gatto com asma a 10 de Fevereiro de 2009 @ 20:38

  5. 5

    Miguel Roquete é mais um da turma do croquete e da denominada pandilha corporate!

    Comentário por Anónimo a 11 de Fevereiro de 2009 @ 13:20


Deixe um Comentário

  1. XHTML: Pode usar estas expressões: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>