Soares Franco o guerrilheiro bipolar

4 de Dezembro de 2008 – 16:43

Em declarações no jantar «Rugidos de Leão» na Batalha no passado dia 29 de Novembro, afirmou o actual presidente Soares Franco que o Sporting vive há mais de 30 anos em guerrilha.

Falou ainda em ajustes de contas, de icebergs que escondem os grandes perigos das organizações e, finalmente, sobre a falta de apoio à equipa de futebol, mostrando desagrado com a atitude dos adeptos. Isto tudo dirigido «aos críticos do trabalho da SAD».

A única conclusão a retirar é que Soares Franco tem um discurso bipolar.

Soares Franco acha que vive num Clube em guerrilha. E acha bem. Ele sabe o que isso é, porque ele é o maior guerrilheiro (não confundir com guerreiro) dos últimos anos. Conquistou o poder num golpe palaciano irrepetível, pois quem lho entregou na altura, de boa fé, hoje não o teria feito.

Apressou-se a colocar os Sportinguistas em guerra dividindo-os com propostas assentes em ultimatos e chantagens, como foi a venda do património não desportivo. Não soube perder quando perdeu, repetindo as chantagens. Apressou-se em criticar os que o antecederam, tentando fazer-nos crer que o Clube está à beira do caos – sendo Dias da Cunha apontado como responsável mais visível e com isso fazendo esquecer que todas as suas medidas de gestão, especialmente a alienação do património são a maior crítica e prova de incompetência, do projecto Roquette e do presidente com o mesmo nome.

A sua experiência como guerrilheiro leva-o ao medo constante do desconhecido. Ele sabe bem, que um «ataque» pode surgir de onde menos se espera: de dentro. E quando falo de dentro, não me refiro à família Sportinguista, mas sim aos órgãos sociais.

Hoje constata-se com clareza que existem divisões dentro da direcção. Que existe uma guerra surda dentro da direcção. Que o afastamento entre órgãos sociais é por demais evidente para sequer tentar esconder, como se pode observar nas AG’s.

Assistimos a facções em guerra aberta dentro do poder instituído. Uns querem levar Rogério Alves a presidente, enquanto outros preferem Ribeiro Teles. E o mais irónico é que ambos em suspenso pelo tabu do actual presidente Soares Franco, que se se recandidatar, faz outra vez parecer que estão todos unidos por fora. Mas até lá assistimos a esta guerrilha, que na blogosfera vai atingindo alguns picos quase cómicos, com os ‘assessores de serviço’ afectos à direcção criticando com violência especialmente alguns departamentos, como o Marketing e Comunicação, sem nunca esquecer umas alfinetadas à SAD, e mesmo ao treinador. Coisa que até agora nunca se viu por parte da oposição (na qual eu próprio me incluo) que tem tido um papel de total apoio à equipa de futebol.

O discurso do presidente é por isso bipolar. Por necessidade. Para tentar dar recados para dentro e tentar vitimizar-se para fora. E quer vitimizar-se criando monstros e icebergs que o próprio sabe onde estão: dentro do 7º piso do Ed. Visconde de Alvalade.

Por outro lado, todos sabemos o que pensa verdadeiramente sobre os sócios e qual o seu papel no Clube. E para perpetuar o seu poder, não olha a meios, atacando sócios, dividindo e criando conflitos onde eles não existem. Os seus apelos à união soam a falso e é evidente que mantém o que pensa: «quero um clube sem sócios mas com adeptos que não intrometam na gestão» dizia ao CM em 2005, e seguramente que ainda pensa da mesma forma.

Mas o pior, é que Soares Franco não consegue disfarçar uma falta de jeito inata para lidar com os Sportinguistas, o sacrifício visível em arrastar-se até aos Núcleos menos conhecidos e o desprezo com que trata os sócios que não consegue motivar. É um presidente a prazo, que não quer ser candidato a nada, e só ainda não bateu a porta porque sabe da guerra instalada que se criará nas facções que contam espingardas. Ele sabe que o pior que lhe pode acontecer, é fazer o frete de voltar a ser candidato, e pedir o voto aos sócios, os tais que, segundo ele, não deviam existir.

A um presidente do Sporting pede-se que seja alguém superior. Que pense sempre no que é melhor para o Clube, e que tudo faça para conseguir o seu sucesso afirmando e reforçando o seu lema: ESFORÇO total de união, DEDICAÇÃO 24 horas por dia, DEVOÇÃO incondicional, e GLÓRIA de todos os Sportinguistas.

Seguramente que Soares Franco não é essa pessoa.

12 Comentários

» Deixe o seu comentário agora

» RSS feed para comentários neste post
» TrackBack URI

  1. 1

    A missão de Soares Franco ficará concluída com a passagem do Estádio e da Academia para a SAD e com a perda por parte do Sporting do estatuto de accionista maioritário na sua SAD.

    E aí, sim, poderá ir-se embora e aproveitar a vida à sua vontade.

    Uma coisa é certa: a História o julgará mais tarde.

    Comentário por Anónimo a 4 de Dezembro de 2008 @ 17:10

  2. 2

    A historia vai julga-lo já nestas proximas eleiçoes,rua com esta escumalha……queremos o fim da era roquetteira.

    Comentário por Anónimo a 4 de Dezembro de 2008 @ 23:33

  3. 3

    Mais uma vez FSF provou com os discursos que teve em sacavem e na batalha que e um senhor e um verdadeiro sportinguista,pois nao esta ali para denegrir a imagem do nosso grande sporting.

    Comentário por anonimo a 5 de Dezembro de 2008 @ 13:33

  4. 4

    Boa análise sobre o momento de pré campanha que já se sente em Alvalade.

    Hoje mesmo tivemos o assessor do Filipe, o Varandas, a malhar forte e feio, no Salema, num post colocado na Centúria Leonina, em que só falta colocar os nomes.

    Claro que o Varandas, ao bom estilo Opus Dei que é, terá sempre os seus peões de brega a insultarem as pessoas com quem trabalha sem nunca as implicar. Faz parte do jogo de poder em que ele também é manipulado, como é óbvio sem nunca o reconhecer (porque não tem capacidade para tal).

    São guerras antigas de lugares e tachos. Varandas ao ser vetado para integrar a direcção, nunca perdoou ao Salema.

    O que o Varandas não sabe é que o Salema não é um copinho de leite, como ele é. É um gajo que vai usar de toda a sua influência (como já o está a fazer, e ainda vai no começo) para colocar fora de jogo o ambicioso Varandas.

    Claro que em vez de Varandas podia ler-se Rogério Alves, e em vez de Salema podia ler-se Filipe Soares Franco. Ao contrário do que pensas Ribeiro Telles, é um não assumido e envergonhado demais para tentar sequer entrar nesta luta. Será sempre o nº2 silencioso, qual eminência parda que nunca vê a luz do dia.

    Mas como já disse alguém, o prato muda mas a porcaria continua a mesma.

    Precisamos de alguém verdadeiramente Sportinguista que não queira tachos.

    ISABEL À PRESIDÊNCIA, JÁ!

    Comentário por Isabel a Presidente a 6 de Dezembro de 2008 @ 15:24

  5. 5

    Não resisto em concordar com o nome de Isabel Trigo Mira para Presidente do SPORTING CLUBE DE PORTUGAL.

    É um nome que diz muito aos Sportinguistas, especialmente àqueles Sportinguistas que fazem parte dos Núcleos espalhados pelo PELO PAÍS e pelo Mundo.

    Seria fantástico.

    Oxalá seja uma realidade a sua candidatura!

    Leão do Nordeste

    Comentário por Leão do Nordeste a 7 de Dezembro de 2008 @ 17:22

  6. 6

    Isabel Trigo Mira Presidente do Sporting sería algo de fantástico e de extraordinário!
    É uma Mulher séria, que AMA o Sporting como ninguém, que respeita e conhece toda a sua alma, mística e valores.
    Sería o regresso da força associativa e das antigas glórias em todo o seu explendor.
    Com uma equipa directiva forte, jovem, equilibrada e bem definida, tem todas as condições para recolocar o Sporting na rota do êxito e no caminho das vitórias.
    Conhece bem o futebol portugues, o famigerado Sistema e respira Sporting por todos os poros!
    Não é por acaso que Isabel Trigo Mira é conhecida como a Evita Peron leonina!

    Comentário por Anónimo a 8 de Dezembro de 2008 @ 13:22

  7. 7

    «os ‘assessores de serviço’ afectos à direcção criticando com violência especialmente alguns departamentos, como o Marketing e Comunicação, sem nunca esquecer umas alfinetadas à SAD, e mesmo ao treinador. Coisa que até agora nunca se viu por parte da oposição (na qual eu próprio me incluo) que tem tido um papel de total apoio à equipa de futebol.» Excelente análise, Fred.

    NEM “SENADORES”, NEM “TREPADORES”.
    OFENSIVA 1906

    Comentário por OFEN SIVA 1906 a 8 de Dezembro de 2008 @ 15:29

  8. 8

    Esse Varandas faz o Mário Tangas corar de vergonha.
    Só dessa forma é que foi possível chegar onde chegou no Sporting e pelos vistos não quer ficar por aqui. É necessário desmascarar João Pedro Varandas, utilizando as mesmas armas que ele utiliza: a calúnia…anónima.

    Comentário por Anónimo a 8 de Dezembro de 2008 @ 21:47

  9. 9

    O Varandas diz q tá às portas de Roma… vamos lá ver se qd elas se abrirem não sai de lá de dentro o Picapau para o aviar!

    Comentário por Anónimo a 8 de Dezembro de 2008 @ 23:45

  10. 10

    Peço por favor que alguns sportinguistas tenham vergonha na cara ao falarem de possiveis presidentes para o nosso clube em nomes como trigo mira ou rogerio alves ou o ernesto ou o abrantes afinal penso eu, todos nos queremos o melhor para o nosso clube,se a uma minoria que acha que realmente o melhor para o nosso clube e mudar que venha entao novas caras e nao pessoas que ja se viu nao terem perfil para serem presidentes do nosso grande clube.

    Comentário por anonimo a 10 de Dezembro de 2008 @ 11:17

  11. 11

    Por esse raciocínio ao menos ficamos já a saber que o Soares Tangas também não serve…

    Comentário por Anónimo a 10 de Dezembro de 2008 @ 11:27

  12. 12

    Caro anónimo das 11:17, caro Miguel Salema:

    ESTÁS À RASCA PQ O TACHO VAI ACABAR………. VAI ACABAR O ORDENADO PORNOGRÁFICO E O CARRINHO DE SERVIÇO……….

    Não podes pedir aos Sportinguistas uma coisa que tu não tens: VERGONHA NA CARA!!!!

    o teu chefe franco não vai avançar e tu vais ficar sozinho a chuchar no dedo pq mesmo q avance o rogério - q está mortinho por avançar juntamente com o trepador varandas- vais ser cilindrado e os teus podres vem todos cá para fora:
    O ordenado, o carro, a relação com jornalistas e arbitros……………

    TU SABES DO Q É Q EU ESTOU A FALAR………

    ISABEL À PRESIDÊNCIA JÁ!!!

    Comentário por Isabel a Presidente a 10 de Dezembro de 2008 @ 12:33


Deixe um Comentário

  1. XHTML: Pode usar estas expressões: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>